• RUA GENERAL JUSTINIANO PADREL, 25, 1170-152 LISBOA (LISBOA, Portugal)
    T: 215 944 492

  • RUA GENERAL JUSTINIANO PADREL, 25, 1170-152 LISBOA (LISBOA)
    T: 215 944 492

CONSELHOS

ANTI-CONGELANTE
  • Em que consiste o líquido de arrefecimento?

    O líquido de arrefecimento é, basicamente, composto por água e etilenoglicol (álcool que reduz o ponto de congelamento do líquido) além de outros aditivos específicos.

  • Qual o papel do líquido de arrefecimento?

    Além de libertar o calor gerado no motor, o líquido de arrefecimento aumenta o ponto de ebulição da água ao ser incorporado o anticongelante, diminui o ponto de congelamento e protege o motor contra a corrosão do alumínio, bronze, cobre, solda, aço e ferro fundido, evitando a formação de depósitos e de lamas.

  • O que ocorre se o líquido de arrefecimento não for mudado?

    O líquido de arrefecimento é composto por toda uma série de aditivos cuja função é proteger o motor da corrosão, da formação de depósitos, reduzir o ponto de congelamento e aumentar o ponto de ebulição para evitar a sua evaporação. Todos estes aditivos perdem as suas propriedades ao longo do tempo, de modo que, ao não os substituir nos prazos definidos pelo fabricante prejudica-se o motor e outros componentes, tais como o sistema de aquecimento, o radiador, etc.

  • Tem importância a cor do líquido de arrefecimento na altura da substituição?

    A cor chamativa do líquido de arrefecimento tem a função de facilitar a localização de fugas no circuito de arrefecimento graças à marca visível que o líquido vertido deixa.

  • Pode adicionar-se água da torneira no circuito de arrefecimento do motor?

    A adição de água da torneira no circuito de arrefecimento do motor acabará por produzir, no mesmo, graves danos derivados do calcário que contém e dos componentes antioxidantes, anticorrosivos e anticongelantes que lhe faltam. Com o tempo, lamas e depósitos provocarão a obstrução e a corrosão, danificando metais e tubagens.

  • Qual é o intervalo de substituição do líquido de arrefecimento?

    O intervalo de substituição apropriado é, sempre, o definido pelo fabricante para cada caso. Mas, em geral e como referência, costumam ser substituídos pelo menos uma vez a cada dois anos ou a cada 40 000 km.